Guarda promove acções de formação sobre novos catecismos

24.11.10

O Departamento Diocesano da Catequese de Infância e Adolescência está a promover acções de formação, para catequistas, sobre os novos catecismos em toda a Diocese da Guarda, por zona pastoral.

No próximo sábado, 27 de Novembro, a formação será orientada para os catequistas da Zona Pastoral Norte (Arciprestados de Almeida, Figueira de Castelo Rodrigo, Pinhel e Trancoso). A acção de formação terá lugar no Centro Paroquial de Pinhel das 9.30 às 16.30 horas.

O Sabugal recebe a acção de formação para a Zona Pastoral Centro (Arciprestados de Guarda, Manteigas-Belmonte, Rochoso e Sabugal), no sábado dia 4 de Dezembro.

 

Nas Zonas Pastorais Sul e Oeste a formação já decorreu com assinalável participação de catequistas. Para os Arciprestados de Alpedrinha, Covilhã, Fundão e Penamacor, os novos catecismos foram tema de análise no dia 31 de Outubro, no Centro Paroquial da Covilhã. Participaram 52 catequistas das Paróquias de Covilhã: S. Pedro, Srª da Conceição, Tortozendo, S. Martinho, Dominguizo, Unhais, Boidobra, Cortes, S. José, Erada e Vila do Carvalho; e de Fundão: Telhado e Aldeia de Joanes.

 

No dia 13 de Novembro a acção decorreu no em Seia, no Centro Paroquial, para os Arciprestados de Celorico, Gouveia e Seia. Foram 81 catequistas que quiseram conhecer melhor os novos catecismos. Participaram catequistas de Seia, Paranhos da Beira, Sandomil, S. Romão, Loriga, Sandomil, Stª Marinha, Tourais, Corgas, S. Martinho, Torrozelo, Vila Cova, Alvoco da Serra, Folhadosa, Stª Eulália, Várzea, Cabeça, Sameice, Cativelos e Vila Nova de Tazem.

De referir a presença e a visita de alguns párocos no decorrer dos trabalhos.

 

 

publicado por dioceseguardacsociais às 10:31

Sagrado Lausperene na Diocese da Guarda

24.11.10

Ao longo do mês de Dezembro, haverá Sagrado Lausperene nas seguintes paróquias da Diocese da Guarda: 1- Rapa; 2 – Malpartida; 3 - Rio de Mel; 4 – Açores; 5 - Cortiçô da Serra; 6 – Penalobo; 7 - Castanheira (Jarmelo); 8 – Marmeleiro; 9 - Casal de Cinza; 10 - Santa Eulália; 11 – Capinha; 12 – Senouras; 13 – Bendada; 14 – Freches; 15 – Peraboa; 16 - Vila Boa (Sabugal); 17 – Arcozelo; 18 - Freixo da Serra; 19 – Juncais; 20 - Pera do Moço; 21 – Arrifana; 22 – Ratoeira; 23 – Pínzio; 24 - Torre do Terrenho; 25 – Reboleiro; 26 - Póvoa de Atalaia; 27 – Penamacor; 28 - S. Pedro (Jarmelo); 29 – Pomares; 30 - Vila Franca das Naves; 31 – Inguias.

publicado por dioceseguardacsociais às 10:30

Recolecção do Advento para o Clero

24.11.10

No dia 29 de Novembro, vai decorrer no Seminário da Guarda a recolecção do Advento para o Clero. O programa começa às 10.00 horas com a Oração Intermédia, seguindo-se a Introdução ao tempo de adoração. Às 11.30 horas terá lugar a bênção a que se seguirá um pequeno intervalo.

A Missa de sufrágio pelos sacerdotes falecidos do Presbitério da Guarda, incluindo os bispos, será às 12.00 horas, na Capela do Seminário. Esta celebração é aberta a todas as pessoas que queiram participar.

 

O almoço será às 13.00 horas, seguindo-se, às 14.30 horas, uma conferência sobre a formação permanente do Clero, a partir do livro “Quando for grande quero ser Sacerdote. Seduzidos por Cristo e testemunhas da sua Ressurreição”, de que é autor o Padre José Manuel Martins de Almeida, que também é o conferencista do dia.

A recolecção termina com a Oração de vésperas, às 16.00 horas.

publicado por dioceseguardacsociais às 10:25

Bispo da Guarda reuniu com União dos Sindicatos de Castelo Branco

24.11.10

D. Manuel Felício recebeu, em audiência, na Casa Episcopal, no dia 17 de Novembro, a União dos Sindicatos de Castelo Branco.

A responsabilidade social dos trabalhadores enquanto cidadãos na hora de fazer face à grave crise que o país atravessa, foi o tema da agenda.

Ficou claro, nesta audiência, que é preciso encontrar um novo modelo de desenvolvimentio que seja mais inclusivo de todos e menos penalizante para os mais desfavorecidos.

 

Ficou também claro que a economia em geral e os métodos de produção em particular sem ética são de rejeitar, pois ficam automaticamente sujeitos à lei do mais forte.

 

No rescaldo do encontro D. Manuel Felício adiantou que “é preciso pedir aos responsáveis pela administração pública que o aperto de cinto que a todos nos está a ser imposto sirva prioritariamente para introduzir os desempregados, em número que continua crescente, de novo no processo de produção e para que se possa abrir a porta de entrada no mundo do trabalho, que é mais do que o mundo do emprego, aos jovens, que, em grande número, estão fora dele e alguns com cursos superiores, mas sem a possibilidade de porem a render as suas competências”.

 

Acrescentou que é preciso “pedir a quem nos governa que faça uma distribuição mais equitativa dos sacrifícios que a todos nos estão a ser pedidos”.

publicado por dioceseguardacsociais às 10:25

mais sobre mim

pesquisar

 

Novembro 2010

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
17
18
19
20
21
22
23
26
27
28
29
30

comentários recentes

mais comentados

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro