No dia 13 de Novembro, dia em que se celebram todos os Santos que foram da Ordem Beneditina, o Padre José Luís Farinha fez a Profissão Monástica. O Padre José Luís Farinha tinha decidido “pedir” a entrada definitiva na Ordem e a misericórdia de Deus.

Assim se expressou quando, estendido no chão, de bruços, em frente do Prior do Mosteiro Cisterciense de Sobrado de Los Monxes, na Coruña, Espanha, aquele lhe dirigiu a pergunta: “Que pedes, José Luís?” Foi uma cerimónia rica de significado espiritual, integrada na celebração Eucarística, presidida por D. Manuel da Rocha Felício, Bispo da Guarda e por D. António dos Santos, bispo emérito da mesma diocese, acompanhados pelo Prior do Convento e restantes Padres e Irmãos da Comunidade.

O coro, quase exclusivamente masculino e tão harmonioso, ao som de um órgão bem afinado, deu tom celestial à cerimónia. Os pais e irmão do Padre José Farinha estavam na primeira fila, assim como outros familiares. Um grupo significativo de sacerdotes e alguns seminaristas da diocese da Guarda fizeram questão de estar presentes também, assim como alguns da diocese de Viseu. Havia, ainda, dois grupos de religiosas e alguns leigos.

No momento oportuno, coube aos pais a tarefa de levar junto do filho a caderneta do compromisso, que ele assinou, decidido, e colocou sobre o altar do sacrifício, onde permaneceu até ao final da celebração. Mais tarde, o irmão entregou ao Prior a casula, uma espécie de túnica de sete varas, da qual o Padre José Luís foi revestido. D. Manuel Felício dirigiu uma palavra de regozijo à assembleia, antes de terminar a celebração. Disse que Deus se dignou passar pela diocese da Guarda e chamar o Padre José Luís à vida contemplativa e que, embora o número actual de sacerdotes seja escasso, faz todo o sentido termos sabido partilhar a nossa pobreza, ajudando este sacerdote a ser fiel ao chamamento de Deus.

O Padre José Luís dos Santos Farinha é natural de Póvoa da Atalaia, concelho do Fundão, Diocese da Guarda. Depois de ter frequentado os Seminários Diocesanos de Fundão e Guarda foi ordenado sacerdote, na Sé da Guarda, em 27 de Junho de 1999. Em 2003 decidiu entrar no Mosteiro de Santa Maria de Sobrado, na zona de La Coruña, Espanha.

publicado por dioceseguardacsociais às 17:04