Primeiro número do Jornal saiu a 15 de Maio de 1904

A Guarda assinala aniversário com lançamento do livro “Palavras Guardadas”

 

O lançamento do livro “Palavras Guardadas”, de José Augusto Sacadura Garcia Marques, vai assinalar o 108º aniversário do Jornal A Guarda. A cerimónia está marcada para hoje, dia 16 de Maio, às 18.00 horas, na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço.

O autor é colaborador, desde Setembro de 2008, do jornal “A GUARDA”, onde foram publicadas as crónicas agora reunidas neste livro.

José Augusto Sacadura Garcia Marques nasceu em Lisboa em 1942, considera-se, porém, um filho da Guarda, onde fez a instrução primária e parte do liceu. Com seus pais, ambos naturais do distrito da Guarda, foi para Lisboa, onde completou o ensino secundário no Liceu Camões, tendo-se licenciado em Direito na respectiva Faculdade da Universidade Clássica, em 1964. Seguiu a carreira da magistratura, foi Delegado do Procurador da República e Juiz de Direito.

 

O primeiro número do Jornal A GUARDA saiu a 15 de Maio, de 1904, e, desde essa data, tem sido um defensor das gentes e da região da Guarda. Ao longo de mais de um século de existência, o Jornal A GUARDA tem contado com a colaboração de muitos amigos e benfeitores, como é o caso do autor do livro “Palavras Guardadas.

 

A Guarda apareceu como boletim quinzenal com secções de pastoral, homilética, religiosa, cientifica, literária e noticiosa, sendo publicado sob a protecção do Arcebispo - Bispo D. Manuel Vieira de Matos.

A impressão dos primeiros números foi feita no Porto, na Tipografia Católica de José Frutuoso da Fonseca.

A redacção do jornal funcionava no Seminário Maior da Guarda, custando a assinatura 500 reis.

 

publicado por dioceseguardacsociais às 10:34