Nota do Gabinete Episcopal da Diocese da Guarda

sobre o Rev.do Padre James, sacerdote indiano da Congregação de S. Francisco de Sales

 

Para desfazer informações erradas que circularam no público sobre a relação da nossa Diocese com o Rev.do Padre James e nomeadamente o boato espalhado de que era exigida a entrega à Diocese do produto dos donativos por ocasião da sua vinda, publica-se a seguinte carta enviada à organização que solicitava autorização para um retiro orientado por ele em Abril passado.

 

Sr. João Dias

Os meus cumprimentos.

Na sequência do e-mail que me enviou, peço que comunique à secretária do Rev.do Padre James a seguinte resposta, tendo em conta o pedido feito e os dados de identificação que me foram enviados:

1º)Tendo por base a identificação que me chegou, com a assinatura do Provincial dos Missionários de S. Francisco de Sales, Congregação a que ele pertence e tendo em conta também a informação que tenho sobre o mesmo Sacerdote, porque eu próprio participei em algumas das conferências que ele pronunciou em retiro anteriormente organizado na cidade da Covilhã, aceito a sua idoneidade para orientar o retiro marcado para esta cidade da Guarda, no próximo mês de Abril.

2º) Todos os Padres, mesmo pertencentes a Ordens Religiosas, que trabalham pastoralmente nesta Diocese da Guarda têm bilhete de identidade sacerdotal com a minha assinatura. Como o Padre James é sacerdote católico e pregador na Arquidiocese de Bangalore, devia ter também bilhete de identidade sacerdotal assinado pelo Arcebispo de Bangalore ou qualquer creditação do mesmo Arcebispo para as funções de pregador nessa Arquidiocese. De momento, não lhe peço este último documento como condição para orientar o referido retiro em Abril próximo, nesta Diocese da Guarda. Mas gostarei de oportunamente ter nas minhas mãos essa creditação episcopal.

3º) Como me é pedido, autorizo o Reverendo Padre James a orientar o retiro anunciado nesta Diocese da Guarda para o próximo mês de Abril, com a seguinte condição: no final, o próprio ou a organização promotora do retiro apresentar-me-á um relatório sobre a angariação de fundos ligada a esta iniciativa pastoral e dir-me-á qual o destino que vai ser dado ao produto desta mesma angariação de fundos.

 

Guarda, 5 de Fevereiro de 2011

+Manuel R. Felício, Bispo da Guarda.

 

Estas continuam a ser as únicas condições exigidas para a vinda do Rev.do Padre James, em serviço pastoral, à nossa Diocese.

 

 

publicado por dioceseguardacsociais às 09:52