D. Carlos Azevedo, até agora bispo auxiliar de Lisboa, foi nomeado por Bento XVI como “delegado do Conselho Pontifício para a Cultura" (CPC), organismo da Santa Sé. O bispo auxiliar de Lisboa vai trabalhar na área dos bens culturais da igreja, uma função que deverá iniciar até ao final deste mês.

O prelado, historiador de formação e membro da Academia Portuguesa de História, nasceu em Milheiros de Poiares, Santa Maria da Feira, a 4 de Setembro de 1953.

Depois de estudar nos Seminários do Porto e no Instituto de Ciência Humanas e Teológicas, doutorou-se em 1986, na Faculdade de História Eclesiástica da Universidade Gregoriana, em Roma.

Durante a presença em Roma, colaborou na Secretaria de Estado do Vaticano, na secção de língua portuguesa.

O bispo foi professor da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa (UCP) desde 1987 e vice-reitor da instituição académica (2000-2004).

publicado por dioceseguardacsociais às 12:42