“A igreja e o convento de São Luís de Pinhel” é o tema do colóquio que vai decorrer em Pinhel, a 16 e 17 de Julho. A iniciativa é promovida pelo Centro Social e Cultural da Paróquia de Pinhel e pretende promover o estudo, o conhecimento e a divulgação do Património Religioso e Cultural de Pinhel, bem como dinamizar a vida sócio-cultural da paróquia, do arciprestado e concelho de Pinhel.

O programa começa no dia 16 de Julho, pelas 9.30 horas, com a sessão de abertura, em que participam D. Manuel da Rocha Felício (Bispo da Diocese da Guarda), António Ruas (Presidente da Câmara Municipal de Pinhel), Carlos Videira (Presidente da Junta de Freguesia de Pinhel), e José Vaz (Director do Agrupamento de Escolas de Pinhel)

 

A partir das 10.00 horas, estão previstas as seguintes comunicações: “Fundação e primeiros anos do Convento e Igreja de S. Luís” (Fernando Larcher); “Clara, entrega amorosa” (D. Luís Ruiz); “Um franciscano do início do século da fundação do Convento de S. Luís: Frei Henrique de Coimbra” (Augusto Pereira Brandão); “Um outro Convento de Clarissas, coevo do de S. Luís: o de Santa Clara em Vila Real” (Joana Madureira”; “A procissão dos Terceiros: uma reminiscência seiscentista na Ribeira Grande” (Duarte Nuno Chaves); “Panorama das observâncias da Família Franciscana ao tempo da Fundação do Convento de S. Luís (Madalena Pessoa Jorge Oudinot Larcher; “As marcas da espiritualidade franciscana” (Manuel Pereira Gonçalves) “A extinção do Convento de S. Luís” (António Sousa Junior) “O problema da segurança nas igrejas” (Leonor Sá); ; “A classificação da Igreja de S. Luís” (Ana Fazenda).

 

No Domingo, 17 de Julho, os trabalhos recomeçam às 10.30 horas. Serão abordados os seguintes assuntos: “Projecto de recuperação da Igreja de S. Luís (João Rafael); “Um olhar sobre a intervenção no edifício” (Regina Raick); “O altar e o teto da capela-mor da Igreja de S. Luís” (Susana Lainho); Peças da Igreja de S. Luís no Museu Municipal de Pinhel (Laurindo Saraiva Monteiro); Bens da Igreja de S. Luís, ex-Sé da Diocese de Pinhel, que transitaram para a Diocese da Guarda (Eugénio Cunha Sério, Presidente da Comissão Diocesana de Arte Sacra); “Portal do Convento de S. Luís, análise do seu estado de Conservação” (Pedro Antunes e Ana Bidarra); “Partindo de S. Luís de Pinhel, uma perspectiva arqueológica do património religioso” (Gonçalo Cruz). A sessão de encerramento está marcada para as 17.00 horas.

 

No âmbito do colóquio, D. Manuel Felício vai presidir à Missa de Domingo, às 12.00 horas, na Igreja de S. Luís.

Esta iniciativa conta com os seguintes apoios: Município de Pinhel; Falcão, E.M.; Freguesia de Pinhel; Governo Civil da Guarda; Millennium BCP. Tem a colaboração da Fábrica da Igreja Paroquial de Pinhel, Diocese da Guarda, Agrupamento de Escolas de Pinhel e Curso EFA «Cozinheira/o» B2+3.

 

publicado por dioceseguardacsociais às 11:33