“A Igreja e o Convento de São Luis de Pinhel” é o tema do colóquio que vai decorrer em Pinhel, a 16 e 17 de Julho.

A iniciativa é organizada pelo Centro Social e Cultural da Paróquia de Pinhel e pretende promover o estudo, o conhecimento e a divulgação do Património Religioso e Cultural de Pinhel, bem como dinamizar a vida sócio-cultural da paróquia, e do arciprestado e concelho de Pinhel.

Os trabalhos, que terão lugar no Cine Teatro S. Luís, começam às 9.30 horas, de 16 de Julho, com a Sessão de abertura em que participam D. Manuel Felício (Bispo da Diocese da Guarda), António Ruas (Presidente da Câmara Municipal de Pinhel) e Carlos Videira (Presidente da Junta de Freguesia de Pinhel).

 

A partir das 10.00 horas haverá comunicações que vão abordar os seguintes assuntos: “A Ordem Franciscana em Pinhel” (Victor Melícias, Ordem Franciscana); “Fundação e primeiros anos do Convento e Igreja de S. Luís” (Fernando Larcher), “Um franciscano no início do século da fundação do Convento de S. Luís: Frei Henrique de Coimbra” (Augusto Pereira Brandão, Universidade Lusófona), “Panorama das Observâncias da Família Franciscana ao tempo da Fundação do Convento de S. Luís (Madalena Pessoa Jorge Oudinot Larcher), “A igreja de S. Luís, classificada (Isabel Almeida, IGESPAR Castelo Branco), “Projecto de Recuperação da igreja de S. Luís (João Rafael), “Um olhar sobre a intervenção no edifício” (Regina Raick, Universidade Estadual Vale do Acaraú), “O altar e o teto da capela-mor da igreja de S. Luís” (Susana Lainho), “Paramentos dos séc. XVII e XVIII na igreja de S. Luís” (Manuela Pinto da Costa), “Inventário dos bens da igreja de S. Luís” (Maria João Vilhena e/ou Joana Pereira), “Peças da igreja de São Luís no Museu Municipal de Pinhel” (Laurindo Saraiva Monteiro), “Bens da igreja de S. Luís, Sé da Diocese de Pinhel, que transitaram para a Diocese da Guarda” (Eugénio Cunha Sério, Presidente da Comissão Diocesana de Arte Sacra).

 

No segundo dia, 17 de Julho, os trabalhos recomeçam às 10.00 horas, com a apresentação dos seguintes temas: “Segurança na igreja de S. Luís” (Leonor Sá, Polícia Judiciária), “Conventos Franciscanos na fronteira” (Universidade de Salamanca), “O fim do Convento de S. Luís e a reutilização dos espaços” (Pinharanda Gomes), “Conservação do edifício do Convento de S. Luis” (Pedro Antunes), “Espiritualidade Franciscana” (João Casqueiro), “Franciscano/s Pinhelense/s” (José António Fonseca dos Santos), “Dimensões Religiosas em nossos dias” (Susana Goulart Costa, Universidade Nova). A sessão de encerramento está programada para as 17.00 horas.

Do programa também faz parte a celebração da Missa, às 12.00 horas, na Igreja de S. Luís, presidida por D. Manuel da Rocha Felício, Bispo da Guarda, e a Liturgia de Vésperas, na igreja de S. Luis, às 18.00 horas.

 

Durante os dias do colóquio haverá actividades expressivas em arte plástica, escultura/pintura, fotografia, música e poesia.

publicado por dioceseguardacsociais às 15:05