A Diocese da Guarda acaba de publicar “Legislação Diocesana das Paróquias e Administração Paroquial”. O documento está dividido em cinco pontos que abordam os seguintes assuntos: A paróquia e o pároco; O Conselho Pastoral; Regulamento das Festas; Património Cultural e arquivístico; O Centro Social Paroquial.

Em relação à “paróquia e o pároco”, são apresentados os princípios gerais, os deveres e direitos dos párocos, a paróquia e as necessidades gerais da igreja, a administração ordinária e extraordinária, os organismos paroquiais (conselho económico, Fundo Comum Paroquial, Conselho Pastoral).

Sobre a legislação agora publicada, o Bispo da Guarda escreve que “as comunidades cristãs pretendem ser no mundo sinal e anúncio do amor e da misericórdia de Deus” e que, para isso, “organizam programas de vária ordem, nomeadamente para a formação e celebração da Fé, envolvendo consequências na organização da sociedade segundo os valores do Evangelho”. D. Manuel Felício acrescenta: “Para cumprir a sua missão, a Igreja precisa de recursos materiais a fim de garantir os espaços físicos indispensáveis, mas sobretudo o serviço e a qualificação das pessoas envolvidas nos diferentes programas e ainda para dar cumprimento ao mandato da caridade recebido de Cristo, incluindo o seu contributo, como parceira social, para construir uma sociedade que responda aos verdadeiros anseios das pessoas”.

O Prelado lembra que a administração das paróquias, assim como os bens e instituições da Igreja em geral, tem regras definidas pelo Direito Canónico que são concretizadas na legislação de cada Diocese.

Para D. Manuel Felício a publicação tem como objectivo “dar a conhecer a todos os membros das nossas comunidades cristãs esta legislação, mas particularmente àqueles a quem está formalmente encomendada a missão de administrar os bens patrimoniais da Igreja”.

publicado por dioceseguardacsociais às 12:19