Faleceu este sábado, 11 de Dezembro, D. José dos Santos Garcia, bispo emérito de Porto Amélia (Pemba), em Moçambique. O funeral está marcado para hoje (13 de Dezembro), segunda-feira, às 15.00 horas, em Cucujães, Oliveira de Azeméis.

 

D. José Garcia nasceu em Aldeia do Souto, concelho da Covilhã, a 16 de Abril de 1913. Foi ordenado presbítero a 25 de Julho de 1938. Tendo sido nomeado bispo de Porto Amélia (Pemba), em Moçambique, foi ordenado Bispo, em Nampula, a 16 de Julho de 1957.

D. José dos Santos Garcia trabalhou, enquanto jovem padre, nos seminários de Portugal. Foi enviado, em 1955, para Moçambique, onde chegou a 31 de Dezembro.

Na antiga colónia portuguesa foi um grande obreiro da «Missão do Mutuáli», Diocese de Nampula, onde construiu a Igreja, internatos masculino e feminino e centro de saúde.

Nomeado Bispo de Porto Amélia, hoje Pemba, em 1957, promoveu uma pastoral planeada em que eram prioridades a formação do clero, dos leigos e de religiosas moçambicanas. Para isso criou os Seminários, a Escola de Professores Catequistas e a primeira congregação religiosa de Moçambique, Filhas do Coração Imaculado de Maria. "Recordo com saudade aqueles tempos" - afirmou o prelado.

Promoveu a evangelização e dotou as missões de esmerada estrutura. Sofreu com a divisão da sua diocese nos tempos da luta pela independência quando não podia visitar todos os cristãos.

Voltando a Portugal em 1974, colaborou com a Diocese da Guarda naquilo que lhe foi pedido, nomeadamente, no Seminário da Guarda, onde deu aulas de missionologia aos seminaristas.

Depois dos 85 anos dedicou-se a reformar a Igreja e as capelas da sua terra natal, Aldeia do Souto e a escrever livros: «Alicerce e Construção duma Igreja Africana»; «Diário do Mutuáli»; «Evangelização de Cabo Delgado» e «Notas para a História da Paróquia de Aldeia do Souto».

Em Outubro de 2006, nas celebrações do dia da cidade da Covilhã, a edilidade local concedeu-lhe a medalha de ouro da cidade.

D. José Garcia esteve nestes últimos dias no Seminário da Guarda, tendo sido levado para Cucujães nas últimas horas da sua vida.

Tinha 97 anos.

publicado por dioceseguardacsociais às 09:56