Preparar o plano pastoral para os próximos anos, é a principal proposta das reuniões do clero que estão a decorrer, por zonas pastorais, na diocese da Guarda.

Em documento enviado aos sacerdotes, o Bispo da Diocese, adianta que “a Palavra vai estar no centro do nosso programa pastoral para os próximos anos, subordinado ao lema: A Palavra de Deus convoca e envia”. E explica: “tendo em conta o carácter eclesial da fé cristã e que, por isso, esta só pode ser vivida em comunidade e não no individualismo arbitrário, o evangelista do ano será o guia para os grupos constituídos, incluindo movimentos, e outros que devem ser criados. Para isso vamos retomar o esforço de constituição e mobilização de grupos, agora grupos bíblicos, para progredir no encontro vivo e vital com Cristo, através da recepção de cada um dos evangelhos dos próximos três anos”.

Em relação ao ano pastoral de 2010/2011, o Evangelista S. Mateus servirá de guia para aprofundar o seguimento de Cristo e motivar para a Nova Evangelização. Estão agendadas as seguintes propostas: A elaboração de um calendário de actividades diocesanas; umas jornadas diocesanas, a 17 e 18 de Setembro; acções de formação, em Outubro, sobre o Evangelista S. Mateus e como os grupos bíblicos devem funcionar; a apresentação de um texto de apoio, em Novembro; formação para os animadores dos grupos bíblicos; e a avaliação do primeiro ano, em Junho de 2011.

Olhando para a experiência dos últimos quatro anos, em que a referência foi o Catecismo da Igreja Católica”, D. Manuel Felício explica que “para além de constituir grupos, precisamos de cuidar dos seus animadores e motivar a participação, introduzindo as novas tecnologias, no processo da formação”, “precisamos de variar as iniciativas adaptando-as aos diferentes lugares”.

As reuniões arrancaram hoje, 23 de Junho, no Seminário do Fundão (zona Sul) e no Centro Pastoral de Pinhel (zona norte) e continuam amanhã, 24 de Junho, na Casa Rainha do Mundo, em Gouveia (zona oeste) e no Seminário da Guarda (zona centro).

publicado por dioceseguardacsociais às 16:51