Agenda Episcopal de D. Manuel Felício

27.10.11

 

De 30 de Outubro a 5 de Novembro, D. Manuel Felício, Bispo da Guarda, participa nas seguintes actividades:

Dia 30, domingo: 11.30 horas – Celebração da Confirmação na Paróquia de S. Romão.

Dia 2 Novembro: 15.00 horas - Celebração da Eucaristia na Igreja da Misericórdia seguida de romagem ao cemitério; 16.30 horas – Visita Pastoral em Fernão Joanes.

Dia 3: 14.30 horas – Visita Pastoral em Famalicão.

Dia 4: 14.30 horas – Visita Pastoral em Vale de Estrela.

Dia 5: 14.30 horas – No Fundão, encontro com cooperadores pastorais preparador da Missão para a Nova Evangelização, nas paróquias do arciprestado.

publicado por dioceseguardacsociais às 16:38

Secretariado da Liturgia divulgou plano de actividades

27.10.11

Ano Pastoral 2011/2012, da Diocese da Guarda

 

Um Encontro de Salmistas sobre “Os salmos do Tempo do Advento e Natal”, no dia 12 de Novembro, no Seminário da Guarda, marca o início das actividades do Calendário do Ano pastoral 2011/2012, do Secretariado da Liturgia da Diocese da Guarda. Esta actividade terá lugar a partir das 10.30 horas e termina às 17.30 horas,

Esta acção de formação, orientada por Marco Daniel Duarte, pretende preparar os salmistas, sob o ponto de vista técnico e sob o ponto de vista espiritual, para uma melhor proclamação do texto bíblico cantado nos tempos litúrgicos do advento e do Natal.

Ainda em Novembro, no dia 19, haverá uma Jornada de Formação Litúrgica, em Almeida.

Dezembro

No mês de Dezembro terá lugar, no dia 3, formação permanente ministros extraordinários da comunhão, no Tortosendo.

Para dia 10, está programada formação litúrgica para orientadores das celebrações da palavra dominicais, em Celorico da Beira.

Em Janeiro de 2012, haverá formação permanente ministros extraordinários da comunhão em Gouveia (dia 7), e na Guarda (dia 21).

No dia 28, terá lugar um Encontro de Directores de coro e cantores, sobre “O canto do Tempo da Quaresma e da Páscoa”. Este encontro repete-se em Fevereiro, no dia 4.

O Curso para novos ministro extraordinários da comunhão está programado para 11 e 12 de Fevereiro.

Em Março, no dia 3, haverá um Encontro de Leitores sobre “A proclamação da Palavra na assembleia celebrante”.

Para dia 24 de Março, está programado um Encontro de Directores de coro e cantores, iniciativa que se repete em Abril, no dia 24.

Em Junho, nos dias 2 e 3, terá lugar o Encontro Diocesano de Pastoral Litúrgica sobre “A Liturgia das Horas”.

publicado por dioceseguardacsociais às 16:37

Homilia de D. Manuel Felício nas Ordenações de diáconos

26.10.11

 

Irmãos e irmãs, o Senhor convida-nos a todos para sermos construtores e cuidadores da Sua Igreja, que Ele quer ao serviço da Humanidade, da nossa história colectiva concreta, do mundo em que nos encontramos, com todas as suas potencialidades e contradições. E quer que todos sejamos construtores de uma forma organizada e bem coordenada. Para isso, pelo Sacramento da Ordem, a alguns Ele decidiu constitui-los representantes visíveis da Sua Pessoa para o exercício da condução que Ele hoje quer imprimir na vida da Igreja. Pelo Sacramento da Ordem, no seu 1º grau, também vós que hoje ides ser ordenados diáconos, ficais com a responsabilidade de dar expressão visível ao pastoreio do mesmo Cristo á frente da Igreja e das distintas comunidades que a constituem. Por isso, o mesmo Cristo e Bom Pastor convida-vos, primeiro que tudo, a participar no discernimento, na identificação dos distintos carismas e ministérios necessários à vida das nossas comunidades; pede-vos que participeis activamente na sua formação adequada, que os estimuleis sempre no exercício das distintas responsabilidades que lhes foram confiadas; que participeis também na coordenação bem feita dos diferentes serviços que hão dar vida às comunidades. Temos a convicção de que só uma verdadeira comunhão de ministérios – onde entram os ordenados e os não ordenados ou laicais – é caminho para constituir a verdadeira comunhão em Cristo, tanto no interior das comunidades cristãs como destas comunidades entre si.

Devo acrescentar que esta responsabilidade nova hoje recebida com o Sacramento da Ordem, no seu 1º grau, sois convidados a exercê-la nas distintas diaconias que a Igreja vos confia. E são elas, para usar a linguagem do Directório do Ministério e da Vida dos Diáconos Permanentes, a diaconia da Palavra, a diaconia da Liturgia e a diaconia da Caridade. E eu desejo acrescentar-lhes mais a diaconia da Administração. No fundo, com esta linguagem o Directório quer dizer que ao diácono são confiadas todas as grandes responsabilidades inerentes ao pastoreio de uma determinada comunidade cristã.

Isto não significa que não tenhamos todos de respeitar, na comunhão dos ministérios, em que também se insere o ministério ordenado dos diáconos, as competências específicas de cada um deles. De facto o único Senhor da Igreja confia aos presbíteros competências específicas na vida do povo de Deus, como o mesmo acontece com os Bispos, sem que tal determine qualquer anulação das competências próprias dos outros ministérios, incluindo os diáconos.

Hoje faço uma prece especial, nesta celebração, para que o Senhor Jesus, na luz do Seu Espírito, a todos nos ajude a percorrer o caminho da construção da autêntica comunhão de ministérios para serviço da comunhão da Igreja. E nesta comunhão cabem tanto as diferenças como as complementaridades, que o mesmo Senhor quer que existam na sua Igreja.

Temos de concordar em que, durante séculos, o Ministério Ordenado esteve concentrado na vida dos Presbíteros e dos Bispos. Desde o Concílio Vaticano II – e já lá vão quase 50 anos, pois começam a completar-se em 2012 – vem sendo pedido à Igreja que dê ao Ministério dos Diáconos o seu lugar e o seu espaço próprios na vida das diferentes comunidades cristãs.

Peçamos, nesta hora, a luz e a força do Espírito Santo primeiro para os que vão ser ordenados e depois para todos nós, a fim de sabermos percorrer os novos caminhos, onde, por vontade do Senhor Jesus, o exercício do Diaconado nas nossas comunidades tem de ter o lugar e o espaço que lhe são próprios.

Finalmente, à nossa comissão diocesana promotora e coordenadora do diaconado permanente, desejo pedir, nesta hora, empenho redobrado para fazer o acompanhamento dos diáconos no exercício do seu ministério; sobretudo que lhes seja garantido o necessário apoio espiritual e pastoral no exercício da missão que lhes é confiada. Assim, poderemos conjuntamente rasgar os caminhos do futuro por onde as nossas comunidades cristãs precisam de ser conduzidas, com a intervenção responsável também dos diáconos.

Que o Senhor nos ajude na realização desta importante e decisiva tarefa.

 

Catedral da Guarda, 23/10/2011

 

+Manuel R. Felício, Bispo da Guarda

 

http://www.youtube.com/watch?v=4reTjj2FKi0

 

publicado por dioceseguardacsociais às 14:41

Encontro pela paz, em Assis

25.10.11

 

(túmulo de S. Francisco, em Assis - foto: Francisco Barbeira)

Assis - Basíca de S. Francisco (foto - Francisco Barbeira)

 

Bento XVI promove, no dia 27 de Outubro, um novo encontro mundial de líderes religiosos “pela justiça e a paz”, na cidade italiana de Assis, à imagem do que fez João Paulo II, em 1986.

O programa desta jornada de “reflexão, diálogo e oração”, que tem como tema «Peregrinos da verdade, peregrinos da paz», conta com a presença de 17 delegações das Igrejas cristãs do Oriente - incluindo o Patriarca Bartolomeu I de Constantinopla (Igreja Ortodoxa) -, 13 Igrejas ocidentais – com a presença do primaz anglicano, arcebispo Rowan Willams -, uma representação do Grão Rabinato de Israel (judaísmo) e outros 176 representantes de diversas tradições religiosas.

Do Médio Oriente e dos países árabes vão chegar 48 muçulmanos à cidade que viu nascer São Francisco de Assis.

A Santa Sé destaca ainda a presença de um sobrinho de Mahatma Gandhi, na representação hindu, para além de quatro professores europeus “que se professam como não crentes”, entre os quais o economista Walter Baier, do partido comunista austríaco.

publicado por dioceseguardacsociais às 18:06

Faleceu o Padre Mário Gonçalves, antigo Vice-Reitor do Seminário do Fundão

25.10.11

 

Faleceu, no dia 21 de Outubro, no Hospital da Covilhã, vítima de doença grave, o Cónego Mário de Almeida Gonçalves, de 86 anos de idade, natural de Monte Novo, freguesia de Pousafoles do Bispo, Sabugal, e residente no Seminário do Fundão.

O corpo esteve em Câmara Ardente na capela do Seminário do Fundão. Foi transferido para a Igreja Matriz do Fundão, na manhã do dia seguinte, 22 de Outubro. A missa de corpo presente foi presidida pelo Bispo da Guarda, tendo concelebrado muitos sacerdotes.

Na homília, D. Manuel Felício destacou o amor que o Cónego Mário Gonçalves sempre dedicou à causa dos Seminários, nomeadamente do Seminário do Fundão, bem como a ligação à cidade e à região do Fundão, que elegeu como terra adoptiva.

A Guarda de Honra foi feita pelos irmãos da Santa Casa da Misericórdia e pelos Bombeiros Voluntários do Fundão.

 O cortejo fúnebre, em que participaram centenas de pessoas, seguiu para o cemitério do Fundão, onde o corpo ficou sepultado por expressa vontade do Cónego Mário Gonçalves.

O Cónego Mário Gonçalves frequentou os seminários Diocesanos do Fundão e Guarda. Foi ordenado Sacerdote em 25 de Março de 1950. Nesse mesmo ano, em 30 de Junho, foi nomeado Coadjutor da Sé – Guarda, e em 8 de Outubro como pároco de Guilheiro e Sebadelhe.

Foi assistente no Plano Nacional da Obra de Santa Zita, como auxiliar do seu fundador Monsenhor Alves Brás, de 6 de Janeiro de 1952 a 30 de Junho de 1959.

 Foi para o Seminário do Fundão em Outubro de 1959, onde além de Professor, Prefeito e Ecónomo foi Vice-Reitor, desde 1983 a Setembro de 2002.

Desempenhou outras funções nomeadamente Provedor da Santa Casa da Misericórdia do Fundão (triénio de 1978/81), Presidente da Direcção do Lar D. Isabel Trigueiros, Fundão, desde Janeiro de 1984.

Foi Capelão dos Bombeiros Voluntários do Fundão durante 23 anos.

Membro da Comissão de Ética do Hospital do Fundão desde 1996.

Membro do Conselho Diocesano para os Assuntos Económicos.

Foi responsável pelo Pré-Seminário e membro da “Sub Comissão da Comissão Episcopal dos Seminários (para relacionamento com o Ministério da Educação).

Actualmente, era membro do Conselho de Administração da Fundação Gamboa Pina Ferrão em Alpedrinha, Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Santa Casa da Misericórdia do Fundão e Vice-Presidente da Associação dos Antigos Alunos dos Seminários do Fundão e Guarda.

 Em 9 de Junho de 2003 foi agraciado com a Medalha de Prata de Mérito Municipal da Câmara Municipal do Fundão.

 O Cónego Mário Gonçalves era uma referência no Concelho do Fundão e na Diocese da Guarda devido à sua maneira de estar na vida como Homem e como Sacerdote.

 A modéstia, bondade, simplicidade e humildade eram virtudes que se lhe reconheciam como escreveu José Pereira Folgado, no livro de homenagem ao Cónego Mário, editado em 2005.

 

 

 

publicado por dioceseguardacsociais às 18:02

Morreu o Padre Mário Gonçalves

22.10.11

Morreu o Padre mário Gonçalves, antigo Vice reitor do Seminário do Fundão.

O funeral está marcado para esta tarde, às 15.00 horas, na Igreja paroquial do Fundão.

 

Exéquias
Cónego Mário de Almeida Gonçalves


21 de Outubro – Sexta feira
22.00 horas – Oficio de Defuntos e Eucaristia no Seminário do Fundão 

22 de Outubro – Sábado

9.30 h. – Laudes no Seminário
10.30 h. – Transladação do Corpo do Seminário para a Igreja Matriz do Fundão
15.00 h. – Eucaristia e acompanhamento ao Cemitério do Fundão

 

Mais informações:

 

 

 

 

 

http://seminariodofundao.blogspot.com/

 

 

 

publicado por dioceseguardacsociais às 13:43

Dedicação da Catedral e Ordenações Diaconais

19.10.11

A Diocese da Guarda assinala, no dia 22 de Outubro, o aniversário da Dedicação da Catedral. A celebração da efeméride prolonga-se para o dia seguinte com a ordenação de um grupo de Diáconos Permanentes.

Sobre estes acontecimentos, D. Manuel Felício escreve: « Celebramos, este sábado, dia 22 do corrente mês de Outubro, mais um aniversário da Dedicação da nossa Catedral; uma celebração que é Solenidade na Catedral e Festa em todas as outras Igrejas da Diocese. A Catedral, para além de ser o grande monumento da nossa Cidade, é o símbolo por excelência da Igreja Diocesana, da unidade e do empenho pastoral conjunto de todas as comunidades cristãs da nossa Diocese. Vamos, por isso, nesta solenidade, lembrar o nosso programa pastoral centrado, este ano, no esforço por aprofundar a Fé, através do encontro com a Palavra de Deus, e em particular do Evangelho de S. Marcos. Temos, além disso, a preocupação, durante todo este ano, de estimular o esforço dos cristãos e das comunidades cristãs para convocarem outros para este encontro com Cristo, através da Sua Palavra. Para tal, contamos com a ajuda de duas Ordens Religiosas Missionárias, que já nos estão a ajudar neste processo a que chamamos Missão para Nova Evangelização. Também nos preocupa a reorganização da Diocese para conseguirmos um melhor aproveitamento do Ministério Sacerdotal e sua articulação com o Ministério do Diaconado Permanente e outros ministérios eclesiais não ordenados.

Este espírito de atenção a toda a nossa realidade pastoral diocesana queremos continuá-lo no dia seguinte, com ordenações de diáconos permanentes, em celebração que terá início às 16.00 horas, na mesma Catedral. Será mais um momento denso para toda a nossa Igreja Diocesana, que, também desta forma, quer preparar os caminhos do futuro. E estes caminhos do futuro estão-nos a pedir, cada dia com mais clareza, que o Ministério Sacerdotal seja bem conjugado com os outros ministérios, a começar pelo Ministério também Ordenado dos Diáconos Permanentes.

Desejamos, por isso, viver estes dias em especial clima de oração, sobretudo por aqueles que se vão ordenar e também para que mais este aniversário da Dedicação da Catedral possa estimular o dinamismo evangelizador de todas as nossas comunidades cristãs».

publicado por dioceseguardacsociais às 09:51

Covilhã - Inauguração do Museu de Arte Sacra

19.10.11

O Museu de Arte Sacra da Covilhã é inaugurado amanhã (20 de Outubro), pelas 11.30 horas.

Instalado na Avenida Frei Heitor Pinto, junto ao Jardim Público, na Casa Maria José Alçada, um edifício de 1921 projectado por Raúl Lino, o Museu, da responsabilidade da Câmara Municipal da Covilhã, tem a colaboração do Bispo da Diocese, D. Manuel da Rocha Felício, e dos párocos das igrejas do concelho.

O património museológico está repartido por dois edifícios, numa área de exposição de 850 m2, cujo percurso tem como referência os 7 sacramentos propostos pela igreja católica (baptismo, confirmação, matrimónio, ordem, penitência, eucaristia e unção dos enfermos)

O espólio conta com mais de 600 peças destacando-se as colecções de pintura, escultura, ourivesaria, paramentaria e figuras de roca.

O acervo actual, que abrange um período que vai do século XII ao século XX, é composto por imagens sacras, retábulos, relicários, altares, crucifixos, livros e documentos raros, ourivesaria, mobiliário, telas, objectos religiosos e paramentos litúrgicos.

O Museu de Arte Sacra da Covilhã tem como principais referências algumas peças de grandes dimensões. Na escadaria central, está em destaque uma escultura de Cristo crucificado, do século XVIII, em madeira policromada, com 2,20m x 1,85m.

Do Museu de Arte Sacra da Covilhã faz também parte uma sala de exposições temporárias, um jardim interior e uma loja de venda ao público. Dentro da área do Museu, há também uma capela que recria o ambiente religioso comum a este tipo de estruturas.

Uma oliveira, plantada simbolicamente à entrada do espaço, assinala o início do percurso do Museu de Arte Sacra da Covilhã.

publicado por dioceseguardacsociais às 09:49

Papa anunciou «ano da fé» lembrando Vaticano II

19.10.11

Bento XVI anunciou, no último domingo, a celebração de um «ano da fé», entre Outubro de 2012 e Novembro do ano seguinte, para assinalar o 50.º aniversário do Concílio Vaticano II (1962-1965), para relançar o anúncio da “fé” à sociedade contemporânea.

O anúncio foi feito pelo Papa, durante a homilia da missa a que presidiu, na basílica de São Pedro, em Roma, no final de um encontro internacional com pessoas “empenhadas, em muitas partes do mundo, nas fronteiras da nova evangelização”.

O Ano da Fé “terá início a 11 de Outubro de 2012, no quinquagésimo aniversário da abertura do Concílio Vaticano II, e concluir-se-á a 24 de Novembro de 2013, solenidade de Cristo Rei do Universo. Será um momento de graça e de empenho para uma cada vez mais plena conversão a Deus, para reforçar a nossa fé e para anunciá-lo com alegria ao homem do nosso tempo”,referiu Bento XVI.

No final da missa, na recitação do Angelus, o Papa voltou a anunciar aos peregrinos reunidos na Praça de São Pedro (Vaticano) a celebração de um “especial ano da fé”, meio século depois da abertura do Concílio Vaticano, por considerar “oportuno recordar a beleza e centralidade da fé, a exigência de reforçá-la e aprofundá-la a nível pessoal e comunitária”, numa perspectiva “não tanto celebrativa, mas antes missionária”.

publicado por dioceseguardacsociais às 09:49

Guarda - Dia Diocesano do Catequista

19.10.11

No dia 29 de Outubro, vai decorrer no Centro Apostólico, na Guarda, o Dia diocesano do Catequista. Os trabalhos terão início às 9.30 horas, com a oração inicial. Às 10.00 horas será abordado o tema “Catequese e Nova Evangelização” e, às 11.15 horas, “Pedagogia e catecismos da infância - 5º Catecismo (A criação e o pecado)”. A primeira parte do dia termina com a celebração da Missa às 12.15 horas.

A seguir ao almoço, às 14.30 horas, haverá um painel sobre “Catequese prática e prática em catequese”.

publicado por dioceseguardacsociais às 09:48

mais sobre mim

pesquisar

 

Outubro 2011

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
20
21
23
24
28
29
30
31

comentários recentes

mais comentados

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro