Encontro anual da Associação dos Antigos Alunos da Escola Apostólica de Cristo Rei

21.06.11

Gouveia

 

No dia 25 de Junho, vai decorrer em Gouveia, mais um Encontro Anual dos Antigos Alunos da Escola Apostólica de Cristo Rei. O programa começa às 9.30 horas, com o acolhimento a todos os antigos alunos, familiares e convidados. Às 10.30 horas, terá lugar a Assembleia Geral da Associação dos Antigos Alunos, seguindo-se, às 12.00 horas a Eucaristia na Capela da Escola Apostólica de Cristo Rei. Depois do almoço de convívio no refeitório, segue-se tempo livre para recordar e visitar os espaços e lugares que são familiares aos Ex-Alunos.

Às 16.00 horas haverá a projecção de slides pelo Padre Carlos Jacob – Missionário da Congregação de S. João Baptista, sobre “União de S. João – em missão em Moçambique e ex-aluno da Escola Apostólica”.

O encontro termina com um lanche/convívio.

 

A Associação dos Antigos Alunos da Escola Apostólica de Cristo Rei foi fundada em 1986 com os seus respectivos estatutos, com os objectivos de fomentar a promoção e cooperação entre os antigos alunos e o reconhecimento pela Instituição – Escola Apostólica de Cristo Rei, e dinamizar a solidariedade entre os alunos, concorrência para a sua formação moral e cultural, auxilio aos associados mais carenciados e promoção de encontros e convívios.

 

A Escola Apostólica de Cristo Rei de Gouveia dos Missionários de S. João Baptista – União de S. João -, tem as suas origens na Alemanha, nas margens do Rio Reno, em Leutesdorf – Mainz, fundada por João Maria Haw.

Pela iniciativa do Dr. Aureliano Dias Gonçalves, médico em Gouveia e grande dinamizador da Acção Católica, a nível a nacional, esta Congregação Missionária masculina e feminina assenta alicerces na Casa América e na Casa do Outeiro em 1956. Em 1958, inaugura novas instalações dado o grande aumento de alunos, nas encostas do Farvão – lado norte da Serra da Estrela. Mais tarde são inauguradas as novas instalações do Convento para as Irmãs e muitas alunas.

 

O encontro anual é considerado muito oportuno para evocar e recordar o passado que foi muito importante na formação humana e cultural de todos quantos passaram pela Escola Apostólica de Cristo Rei.

publicado por dioceseguardacsociais às 14:33

Colóquio sobre a Igreja e o Convento de São Luis - Pinhel

15.06.11

“A Igreja e o Convento de São Luis de Pinhel” é o tema do colóquio que vai decorrer em Pinhel, a 16 e 17 de Julho.

A iniciativa é organizada pelo Centro Social e Cultural da Paróquia de Pinhel e pretende promover o estudo, o conhecimento e a divulgação do Património Religioso e Cultural de Pinhel, bem como dinamizar a vida sócio-cultural da paróquia, e do arciprestado e concelho de Pinhel.

Os trabalhos, que terão lugar no Cine Teatro S. Luís, começam às 9.30 horas, de 16 de Julho, com a Sessão de abertura em que participam D. Manuel Felício (Bispo da Diocese da Guarda), António Ruas (Presidente da Câmara Municipal de Pinhel) e Carlos Videira (Presidente da Junta de Freguesia de Pinhel).

 

A partir das 10.00 horas haverá comunicações que vão abordar os seguintes assuntos: “A Ordem Franciscana em Pinhel” (Victor Melícias, Ordem Franciscana); “Fundação e primeiros anos do Convento e Igreja de S. Luís” (Fernando Larcher), “Um franciscano no início do século da fundação do Convento de S. Luís: Frei Henrique de Coimbra” (Augusto Pereira Brandão, Universidade Lusófona), “Panorama das Observâncias da Família Franciscana ao tempo da Fundação do Convento de S. Luís (Madalena Pessoa Jorge Oudinot Larcher), “A igreja de S. Luís, classificada (Isabel Almeida, IGESPAR Castelo Branco), “Projecto de Recuperação da igreja de S. Luís (João Rafael), “Um olhar sobre a intervenção no edifício” (Regina Raick, Universidade Estadual Vale do Acaraú), “O altar e o teto da capela-mor da igreja de S. Luís” (Susana Lainho), “Paramentos dos séc. XVII e XVIII na igreja de S. Luís” (Manuela Pinto da Costa), “Inventário dos bens da igreja de S. Luís” (Maria João Vilhena e/ou Joana Pereira), “Peças da igreja de São Luís no Museu Municipal de Pinhel” (Laurindo Saraiva Monteiro), “Bens da igreja de S. Luís, Sé da Diocese de Pinhel, que transitaram para a Diocese da Guarda” (Eugénio Cunha Sério, Presidente da Comissão Diocesana de Arte Sacra).

 

No segundo dia, 17 de Julho, os trabalhos recomeçam às 10.00 horas, com a apresentação dos seguintes temas: “Segurança na igreja de S. Luís” (Leonor Sá, Polícia Judiciária), “Conventos Franciscanos na fronteira” (Universidade de Salamanca), “O fim do Convento de S. Luís e a reutilização dos espaços” (Pinharanda Gomes), “Conservação do edifício do Convento de S. Luis” (Pedro Antunes), “Espiritualidade Franciscana” (João Casqueiro), “Franciscano/s Pinhelense/s” (José António Fonseca dos Santos), “Dimensões Religiosas em nossos dias” (Susana Goulart Costa, Universidade Nova). A sessão de encerramento está programada para as 17.00 horas.

Do programa também faz parte a celebração da Missa, às 12.00 horas, na Igreja de S. Luís, presidida por D. Manuel da Rocha Felício, Bispo da Guarda, e a Liturgia de Vésperas, na igreja de S. Luis, às 18.00 horas.

 

Durante os dias do colóquio haverá actividades expressivas em arte plástica, escultura/pintura, fotografia, música e poesia.

publicado por dioceseguardacsociais às 15:05

Ordenações Sacerdotais na Sé da Guarda

15.06.11

No dia 3 de Julho, às 16.00 horas

 

João André Gomes Marçalo e Rafael José Almeida Neves serão ordenados sacerdotes, dia 3 de Junho, às 16.00 horas, na Sé da Guarda. A celebração será presidida pelo Bispo da Diocese, D. Manuel Felício.

O Diácono João Marçalo é natural de Colmeal da Torre, concelho de Belmonte. Actualmente, é Cooperador Pastoral nas Paróquias de Cótimos, Cogula, Vale do Seixo e Vila Garcia, sob orientação do Padre Joaquim António Marques Duarte.

O Diácono Rafael Neves é natural de Vale de Estrela, concelho da Guarda. É Cooperador Pastoral na Paróquia da Conceição (Covilhã), sob orientação do Padre Fernando Brito dos Santos e com mandato para exercer funções pastorais também nas Paróquias de S. José e Vila do Carvalho, de que é Pároco o Padre Henrique Manuel dos Santos.

Ao comunicar a data da ordenação dos novos padres, D. Manuel Felício refere: “Desejamos viver intensamente, em aprofundamento espiritual e reconhecida acção de graças a preparação das duas ordenações sacerdotais que terão lugar no próximo dia 3 de Julho, na nossa Catedral da Guarda”.

E acrescenta: “Convido, por isso, toda a nossa Diocese a viver estas duas semanas que nos separam do acontecimento em clima de verdadeira vigília de oração para agradecer este grande dom de dois presbíteros ao nosso Presbitério e ao mesmo tempo pedir a santificação de todos os sacerdotes. Vivemos a convicção de que o trabalho dos nossos padres só tem valor e só consegue os resultados pretendidos na medida da sua ligação à Pessoa de Jesus Cristo, o verdadeiro Bom Pastor que a todos nos guia”.

Os futuros padres, João Marçalo e Rafael Neves, vão celebrar Missas de Acção de Graças a 10 e 17 de Julho, em Colmeal da Torre e Vale de Estrela, respectivamente.

publicado por dioceseguardacsociais às 12:04

Bispo reúne com padres mais novos

15.06.11

O Bispo da Guarda convidou os padres ordenados nos últimos anos, na Diocese da Guarda, para um encontro de reflexão. A reunião está marcada para a próxima segunda-feira, 20 de Junho, em Buarcos.

Espaço de oração, convívio e estudo sobre o próximo Sínodo dos Bispos, são alguns dos assuntos que fazem parte da agenda do encontro de D. Manuel Felício com os padres ordenados desde 2001.

publicado por dioceseguardacsociais às 12:04

Conselho Presbiteral analisa distribuição do Clero

15.06.11

O Conselho Presbiteral da Diocese da Guarda vai reunir no dia 1 de Julho, no Seminário da Guarda.

Da agenda do encontro fazem parte os seguintes assuntos: Distribuição do Clero; Plano Pastoral Diocesano com a sensibilização das comunidades para a importância da Palavra de Deus; Legislação diocesana sobre administração paroquial; Preparação da Assembleia Geral do Clero a realizar em 2012; apresentação de relatórios (Secretariado do Clero; Repensar a pastoral da igreja em Portugal; Diaconado permanente).

Sobre a distribuição do clero, a Diocese da Guarda acaba de divulgar um documento onde dá conta do número e das responsabilidades pastorais dos sacerdotes. Actualmente, a Diocese tem 88 párocos, 8 sacerdotes que trabalham pastoralmente para paróquias determinadas, 8 sacerdotes que podem responder pontualmente, 5 padres que trabalham nos Seminários e Pré-Seminário.

Por arciprestados, os padres estão distribuídos da seguinte forma: Almeida – 4 párocos (21 paróquias); Alpedrinha – 4 párocos (12 paróquias); Celorico da Beira – 4 párocos (22 paróquias); Covilhã – 11 padres (21 paróquias); Figueira de Castelo Rodrigo – 3 párocos (19 paróquias); Fundão – 8 párocos (26 paróquias); Gouveia – 5 párocos (23 paróquias); Guarda – 13 párocos (42 paróquias); Manteigas/Belmonte – 4 párocos (15 paróquias); Penamacor – 4 párocos (12 paróquias); Pinhel – 4 párocos (29 paróquias); Rochoso – 3 párocos (21 paróquias); Sabugal - 7 párocos (37 paróquias); Seia – 8 párocos (29 paróquias); Trancoso – 7 párocos (31 paróquias).

Na diocese há 19 padres que não podem colaborar nos serviços pastorais devido à falta de saúde.

publicado por dioceseguardacsociais às 12:03

Agenda Episcopal de D. Manuel Felício

09.06.11

 

De 12 a 18 de Junho, D. Manuel Felício, Bispo da Guarda, participa nas seguintes iniciativas: 

Dia 12, Domingo de Pentecostes: 11.00 horas – Celebração da Confirmação na Sé (Guarda); 17.00 horas – Celebração da Confirmação na Covilhã (Paróquia de Boidobra).

Dia 13: 11.00 horas – Na Festa da Senhora da Póvoa (Vale da Senhora da Póvoa); 16.00 horas – Em Fátima, início das jornadas pastorais do Episcopado.

 Dias 13 a 16: Em Fátima, nas Jornadas pastorais do Episcopado.

Dia 18: No Centro Apostólico Guarda (das 10.00 às 16.30 horas), Avaliação do Ano Pastoral, com a presença dos grupos bíblicos.

publicado por dioceseguardacsociais às 10:08

Câmara da Covilhã promove homenagem a D. José Garcia

09.06.11

D. José dos Santos Garcia, antigo Bispo de Pemba (Porto Amélia) Moçambique, vai ser homenageado, a título póstumo, no dia 21 de Junho, na Covilhã. A iniciativa é promovida pela Câmara da Covilhã, Sociedade Missionária Portuguesa e Diocese da Guarda.

O programa começa às 17.00 horas, com sessão solene, no Salão Nobre da Câmara Municipal da Covilhã, onde será apresentado um livro sobre D. José Garcia. Segue-se, às 18.30 horas, a Eucaristia Solene de acção de graças, na Igreja de S. Tiago, na Covilhã.

D. José Garcia nasceu na Aldeia do Souto, Covilhã, a 16 de Abril de 1913. Foi ordenado presbítero a 25 de Julho de 1938. Tendo sido nomeado bispo de Porto Amélia (Pemba), em Moçambique, foi ordenado Bispo, em Nampula, a 16 de Junho de 1957.
D. José dos Santos Garcia trabalhou, enquanto jovem padre, nos seminários de Portugal. Foi enviado, em 1955, para Moçambique, onde chegou a 31 de Dezembro.Na antiga colónia portuguesa foi um grande obreiro na Diocese de Nampula, onde construiu a Igreja, internatos masculino e feminino e centro de saúde.

Nomeado Bispo de Porto Amélia, hoje Pemba, em 1957, promoveu uma pastoral planeada em que eram prioridades a formação do clero, dos leigos e de religiosas moçambicanas. Para isso criou os Seminários, a Escola de Professores Catequistas e a primeira congregação religiosa de Moçambique, Filhas do Coração Imaculado de Maria. Voltando a Portugal em 1974, colaborou com a Diocese da Guarda.

Depois dos 85 anos dedicou-se a reformar a Igreja e as capelas da sua terra natal, Aldeia do Souto e a escrever livros: «Alicerce e Construção duma Igreja Africana»; «Diário do Mutuáli»; «Evangelização de Cabo Delgado» e «Notas para a História da Paróquia de Aldeia do Souto».

Em Outubro de 2006, recebeu a Medalha de Ouro, nas celebrações do dia da cidade da Covilhã.

Faleceu, no dia 12 de Dezembro de 2010, com 97 anos de idade.

publicado por dioceseguardacsociais às 10:07

Festa de Nossa Senhora da Póvoa

09.06.11

A Festa de Nossa Senhora da Póvoa terá lugar nos dias 12 e 13 de Junho.

A Romaria da Senhora da Póvoa faz parte das romarias Marianas da Beira Baixa e é uma das maiores da Diocese da Guarda. A Festa anual realiza-se no Domingo de Pentecostes e na segunda-feira a seguir ao Pentecostes e junta milhares de pessoas da região e de Espanha.

publicado por dioceseguardacsociais às 10:06

Começaram as visitas encenadas à Sé Catedral da Guarda

09.06.11

Projecto “Passos à volta da memória” decorre até 31 de Agosto

 

Começou na passada terça-feira, dia 7 de Junho, a iniciativa “Passos à volta da memória - uma visita encenada à Sé Catedral da Guarda”, promovida pela Empresa Municipal Culturguarda em parceria com a Câmara Municipal.

As visitas realizam-se até 31 de Agosto, de terça-feira a sexta-feira, com sessões às 10.30 horas e às 16.00 horas e aos sábados, com uma sessão às 17.30 horas.

Durante as visitas encenadas, um actor guia os visitantes, contando histórias e segredos sobre a Sé Catedral, uma das mais antigas, bonitas e imponentes catedrais de Portugal.

A sessão inaugural realizou-se na terça-feira, com o actor André Amálio, e contou com a participação de muitos visitantes e também do Governador Civil da Guarda, Santinho Pacheco, e do vice-presidente da Câmara Municipal, Virgílio Bento.

Os visitantes foram recebidos pelo actor, que interpreta a figura do cavaleiro Pedro Henrique Teles, que está sepultado no interior do monumento. “Vinde que vos quero contar a história da minha casa”, disse, convidando os presentes a segui-lo na visita que começou no exterior, passou pelo interior, voltou ao exterior (à porta principal), prosseguiu pelo exterior e voltou a entrar na Sé, tendo também incluído a cúpula do monumento.

Durante a visita são feitas referências e dadas explicações sobre o retábulo, as gárgulas, os recantos escondidos, as portas, as janelas, as capelas (dos Pinas e dos Ferros), os estilos de construção e o tempo que levou a ser edificada. “Demorou 150 anos a construir”, disse o cicerone, salientando que a sua construção terminou em 1540. Também contou que a actual Catedral “não foi a primeira Sé da cidade”, pois existiu uma outra no local “onde está hoje a Igreja da Misericórdia”.

Durante a visita nada é esquecido, ao ponto de o guia referir que o monumento tem 52 metros de comprimento e mais de 20 metros de altura, na zona da abóbada central. A visita é feita com muito ritmo e em perfeita interacção com o público, que a certa altura, até é convidado a sentar-se na escadaria interior da Sé, junto da porta principal.

Durante a primeira visita, alguns dos presentes confidenciaram ao Jornal A Guarda trata-se de uma visita “muito agradável” e de “uma autêntica aula de História” em torno daquele monumento.

Na apresentação da iniciativa, Américo Rodrigues reconheceu que a animação contribuirá “para a atracção de visitantes ao centro da cidade, para dinamizar o centro histórico, enriquecer a oferta turística e renovar a atenção para a importância histórica, religiosa, cultural e turística do principal monumento da cidade”.

“Passos à volta da memória - uma visita encenada à Sé Catedral da Guarda”, surge no seguimento da actividade realizada no ano passado no Centro Histórico e as visitas têm a duração de cerca de uma hora.

A concepção e coordenação geral é de Américo Rodrigues e a encenação pertence a Antónia Terrinha, segundo o texto de Pedro Dias de Almeida. A interpretação é dos actores Miguel Moreira e André Amálio que, em períodos diferentes, guiarão o público.

A organização distribui aos visitantes o “Esboceto histórico-artístico da Sé Catedral da Guarda”, monografia sobre a Sé Catedral da Guarda da autoria do historiador de arte João Paulo Martins das Neves.

A inscrição para a visita encenada não é obrigatória. No entanto, no caso de grupos, a organização poderá ser contactada através do telefone 271205 240 para marcação de dia e hora.

A iniciativa tem o apoio da Diocese da Guarda e do Ministério da Cultura, através da Direcção Regional de Cultura do Centro.

Trata-se de uma actividade levada a cabo no âmbito do Projecto de Teatralização do Centro Histórico, fruto da candidatura “Política de Cidade - Parcerias para a Regeneração Urbana Eixo 2 - Desenvolvimento das Cidades e dos Sistemas Urbanos” e através do Programa Mais Centro do Quadro de Referência Estratégico Nacional.

 

publicado por dioceseguardacsociais às 10:03

Visita encenada à Sé Catedral da Guarda

08.06.11

De 7 de Junho a 31 de Agosto vão decorrer visitas encenadas à Sé Catdral da Guarda.

 

 

 

publicado por dioceseguardacsociais às 11:52

mais sobre mim

pesquisar

 

Junho 2011

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

comentários recentes

mais comentados

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro