Quaresma 2011 - Mensagem de D. Manuel Felício, Bispo da Guarda

28.02.11

Quaresma 2011: A Palavra de Deus fonte de renovação pessoal e comunitária

 

A Quaresma é tempo forte de renovação e aprofundamento da Fé. Para os que pediram o Baptismo e ainda o não receberam, ela é a fase especial­men­te importante do seu catecumanado enquanto preparação próxima para a celebração deste sacramento. Para os já baptizados é tempo de con­versão à Pessoa de Cristo e ao seu Evangelho, a fim de, com verdade, poderem renovar as promessas baptismais na Noite Pascal. A uns e a outros se aplica o que S. Paulo diz aos cristãos : “Sepultados com Cristo no Baptismo, foi também com Ele que ressus­ci­­tastes” (cfr. Col. 12,12).

 

Queremos, portanto, que estes 40 dias de Quaresma sejam bem aprovei­ta­dos por todos os fiéis e comunidades da Fé para refazerem o percurso do Catecumenado, próprio dos candidatos à celebração do Baptismo; Ca­te­cumenado que é de facto escola insusbstituível de Fé e de vida cristã.

A pensar nesta escola de vida, em todo o tempo quaresmal, a Igreja ofere­ce-nos com especial abundância a Palavra de Deus e convida todos os fiéis a voltarem-se para ela com redobrada intensidade.

 

Também vivemos esta Quaresma a partilhar uma preocupação comum a toda a Igreja em Portugal, que é o repensarmos juntos a pastoral que esta­mos a realizar, procurando descobrir novos caminhos do nosso ser Igreja no mundo de hoje. Aqui, não podemos esquecer que o objectivo de toda a acção pastoral é conduzir à relação com Cristo vivo e fonte de vida. E este encontro com Cristo vivo somos convidados a fazê-lo na dupla mesa da Palavra e da Eucaristia.

 

Tal como na Eucaristia, participamos na mesa da Palavra quando nos re­u­nimos  na assembleia do domingo; mas precisamos de outros momen­tos complementares para fazer com que a Palavra de Deus seja realmente compreendida no sentido preciso que o texto bíblico  encerra, meditada nas interpelações que ela hoje faz a cada um de nós, rezada na definição das respostas que lhe devemos dar e contemplada na pluralidade dos caminhos que ela nos abre para serviço não só das comunidades cristãs mas também da sociedade em geral. Para que isso aconteça é muito recomendável a leitura orante da Palavra de Deus, também chamada “lec­tio divina”,  feita por cada um individualmente, mas também nas famílias e em grupos mais alargados, para, assim, aprendermos, na escola do único Mestre, a ser Seus discípulos. Para nós aprender a lição do nosso Mestre é memorizar o essencial da sua mensagem, mas é também e sobretudo fa­zer dela fonte inspiradora das nossas decisões e dos nossos compor­ta­mentos.

 

Por isso, nesta quaresma desejamos:

  • Continuar a sensibilizar as nossas comunidades paroquiais para a im­portância da Bíblia e para o lugar central que na nossa vida deve ocupar a Palavra de Deus.
  • Continuar a motivar os grupos bíblicos que já temos a funcionar e ou­­tros que possam ser constituídos para a leitura orante da Palavra de Deus, também chamada “Lectio Divina”, utilizando nomeada­men­te o livro sobre S. Mateus que ofeceremos à Diocese para cum­pri­­men­to do nosso plano pastoral, este ano.
  • Tomarmos contacto com as orientações da exortação apostólica “Verbum Domini” do Santo Padre Bento XVI, publicada na sequên­cia do Sínodo sobre a Palavra de Deus na vida e na missão da Igreja, a qual foi objecto de estudo nas recentes jornadas de formação do nosso Clero.
  • Acolhermos,  com generosidade,  o convite à oração mais intensa assim como ao jejum e à esmola, que, em sua sabedoria secular, a Igreja de novo nos dirige, nesta Quaresma.
  • Quanto à renúncia quaresmal, este ano, atendendo à grave situação de crise social que o nosso país atravessa e se faz sentir fortemente nos nossos meios, vamos dirigi-la, em partes iguais, para o Fundo So­cial Solidário criado e dirigido pela Conferência Episcopal  e para a nossa Caritas Diocesana, à qual estão continuamente a chegar, e em número crescente,  casos de pessoas que nos batem à porta, a pedir bens de primeira necessidade.

 

Guarda, 25 de Fevereiro de 2011

+Manuel R. Felício, Bispo da Guarda

publicado por dioceseguardacsociais às 18:34

Bispo da Guarda defende regresso à terra

03.02.11

 O retorno à terra através de uma agricultura sustentável foi uma das ideias defendidas por D. Manuel Felício durante a intervenção que fez, na cerimónia oficial que marcou o 23º Aniversário da Elevação de Gouveia a Cidade, no 1 de Fevereiro.

 A partir do tema “Ética do empreendedorismo na construção da Cidade”, o Bispo da Guarda despertou a atenção de todos os presentes que enchiam o Salão Nobre dos Paços do Concelho.

 

Na intervenção, o Bispo da Guarda deu conta da sua preocupação sobre a desertificação do interior e em especial do Distrito da Guarda.

“As cidades são feitas com quem lá vive. Os cidadãos não se podem colocar à margem do seu processo de desenvolvimento. Devem ser parte dele” referiu D. Manuel Felício na sua alocução. Em seu entender, é uma ilusão acreditar-se que as grandes cidades promovem a felicidade dos homens; bem pelo contrário: nas grandes cidades, as pessoas estão mais sós. 

 

D. Manuel Felício acredita que “o retorno à terra”, promovendo-se uma agricultura sustentável, mas com base nos novos conhecimentos, pode constituir uma via para a fixação de pessoas no interior, contribuindo assim para uma maior riqueza de ordem económica, mas também humana.

publicado por dioceseguardacsociais às 14:44

Jornada da Família em vários pontos da Diocese

03.02.11

Secretariado Diocesano da Família

 

A VI Jornada da Família, organizada pelo Secretariado Diocesano da Família, terá lugar em quatro lugares diferentes da Diocese, em cada uma das suas zonas pastorais. Assim, no dia 20 de Fevereiro, às 15.00 horas, será na Zona Norte, no Centro Pastoral de Pinhel, e na Zona Oeste no Seminário de Gouveia; e no dia 27 de Fevereiro, às 15.00 horas, na Zona Centro, no Centro Apostólico da Guarda, e na Zona Sul, no Seminário do Tortosendo.

 

O Secretariado Diocesano da Família todos anos costuma promover uma Jornada da Família, como forma de promover alguma formação humana e cristã para as famílias da Diocese. Habitualmente, a jornada tem decorrido na Guarda, abrangendo as famílias de toda a Diocese, mas, este ano, haverá alterações na estrutura da Jornada, quer no seu conteúdo, quer na sua metodologia, e também na sua localização.

 

“Há já algum tempo que o Secretariado tem vindo a dar conta da necessidade de criar pequenas equipas a nível de zona pastoral, ou mesmo arciprestal, que facilitem a comunicação entre o Secretariado e as famílias da Diocese, e sejam promotoras de uma verdadeira pastoral familiar interessada no bem de todas as famílias nas suas várias vertentes”, explica o responsável pelo Secretariado Diocesano da Família, Padre Joaquim António Marques Duarte. E acrescenta: “Esperamos que as famílias se disponham a participar e a empenhar-se na pastoral da Igreja, para que o Evangelho e a sua força de renovação e esperança possa chegar a todas as casas. Particularmente pedimos o empenho daquelas famílias que participem já nalgum movimento, a que ajudem outras famílias a encontrar Cristo, e n’Ele um sentido pleno para o amor, e a vida partilhada”.

publicado por dioceseguardacsociais às 14:43

Encontro de Jovens no Fundão

02.02.11

O arciprestado do Fundão está a organizar um fim de semana intensivo de formação e de primeiro anúncio para os dias 5 e 6 de Fevereiro e vão prestar uma grande atenção ao jovens das paróquias do arciprestado. O DPJG estará presente na tarde do dia 5 com um atelier de formação.

publicado por dioceseguardacsociais às 14:51

Agenda Episcopal de D. Manuel Felício

02.02.11

 

De 6 a 13 de Fevereiro, D. Manuel Felício, Bispo da Guarda, participa nas seguintes actividades:

Dia 6, domingo: 14.00 horas – No Fundão (Pavilhão Multiusos) para presidir ao Dia Arciprestal.

Dia 7: 10.30 horas – Em Viseu, reunião dos Bispos do Centro; 15.00 horas – Em Viseu, reunião da Comissão Episcopal com a Direcção do Instituto Superior de Teologia.

Dia 9 e 10: Jornadas de Formação do Clero, no Seminário Maior, das 10.00 às 17.00 horas.

Dia 11: 20.00 horas – Encontro com profissionais de saúde sobre o Dia Mundial do Doente.

Dia 12: 10.00 horas – Encontro com o Secretariado Diocesano da CIRP (Comunidades Religiosas); 11.30 horas – No Outeiro de S. Miguel, celebração do aniversário da Fundação da Liga dos Servos de Jesus; 15.30 horas – abertura da Escola Arciprestal de Formação de Ministérios, no Fundão.

publicado por dioceseguardacsociais às 14:33

Jornadas de Formação do Clero sobre "A Palavra de Deus"

02.02.11

Encontro decorre no Seminário da Guarda

Jornadas de formação do Clero sobre “A Palavra de Deus”

 

A Exortação Apostólica “Verbum Domini”, recentemente assinada e publicada pelo Papa Bento XVI, na sequência do Sínodo sobre a Palavra de Deus na vida e missão da Igreja, serve de tema às Jornadas de Formação do Clero da Guarda, a realizar a 9 e 10 de Fevereiro, no Seminário da Guarda.

 

D. Manuel Felício, Bispo da Guarda, explica que “a escolha deste tema para as Jornadas teve em conta o esforço que estamos a fazer para conduzir a Diocese ao encontro da Palavra de Deus e também o esforço que igualmente estamos a fazer para rever, ao longo deste ano, o Ministério sacerdotal à luz da Palavra de Deus e tendo como guia, o livro do nosso Padre José Manuel Martins de Almeida intitulado Quando for grande, quero ser Padre…”. E acrescenta: “Também queremos valorizar as interpelações que o Concílio Vaticano II continua a fazer à nossa Diocese, a partir do livro recentemente publicado pelo nosso Padre Henrique Manuel R. dos Santos intitulado A recepção do Concílio Vaticano II na Diocese da Guarda”.

 

O primeiro dia das jornadas será dedicado à leitura pessoal da Exortação Apostólica “Verbum Domini”. Nesse sentido, o Prelado convida os padres “a ler e meditar esta Exortação até ao dia 9 de Fevereiro e a deixarmo-nos interpelar por ela”.

No segundo dia, a leitura da Exortação  será feita  por D. António Couto, Bispo Auxiliar de Braga, perito em Sagrada Escritura e Presidente da Comissão Episcopal das Missões.

 

“Sentimos que esta Exortação Apostólica não deve ficar só em nós, os membros do Clero. Por isso, procuraremos indagar caminho viáveis para levar a mesma Exortação Apostólica aos leigos das nossas paróquias e arciprestados, com o nosso empenhamento de Clero da Diocese e tendo em conta a preocupação de fundo presente no nosso plano pastoral que é levar todos os nossos fiéis e comunidades a redescobrir e saborear a Palavra de Deus, deixando-nos conduzir pelo Evangelista do ano, este ano S. Mateus” adianta D. Manuel Felício.

Os trabalhos começam, em ambos os dias, às 10.00 horas e prolongam-se até às 17.00 horas.

 

A Exortação Apostólica encontra-se à venda na Livraria Véritas (Guarda) e na Livraria Paulus (Covilhã). Os dois outros livros referidos encontram-se também à venda nestas duas livrarias, podendo ainda ser procurados junto dos respectivos autores.

 

publicado por dioceseguardacsociais às 14:31

mais sobre mim

pesquisar

 

Fevereiro 2011

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27

comentários recentes

mais comentados

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro