Padre Gama, 50 anos ao serviço da Igreja e da Sociedade

25.11.09

No próximo sábado, 28 de Novembro, o Padre António Carlos Dias Gama vai ser homenageado nos 50 anos de vida sacerdotal, pela Santa Casa da Misericórdia do Fundão. O programa da homenagem começa às 11.30 horas, com a Eucaristia na Igreja paroquial da Capinha, concelho do Fundão, presidida pelo Bispo da Guarda, D. Manuel Felício, a que se seguirá um almoço convívio, no Centro de Dia da mesma localidade.

 

O padre António Carlos Dias Gama nasceu em Janeiro de Cima, concelho do Fundão, a 8 de Dezembro de 1935. Desde o primeiro mês de vida, até à ordenação sacerdotal, que teve lugar em 26 de Julho de 1959, na Igreja de Aldeia do Bispo, residiu em Aldeia de João Pires, “terra que me adoptou com muito carinho e eu adoptei também”. Aí, na Igreja Paroquial, celebrou, em 30 de Junho de 1959, a primeira missa.

 

Em 1959 foi nomeado pároco das freguesias de Juncais, Vila Franca da Serra e Vila Soeiro do Chão, nos arciprestados de Gouveia e Celorico da Beira, onde permaneceu três anos. Em Outubro de 1962 foi nomeado pároco de Capinha cargo que exerce actualmente, e acumula, desde Abril de 1998, com a paroquialidade de Escarigo e Quintãs.

 

Como pároco “desde o inicio, consciente do quanto importante era o acesso à cultura e saúde, me empenhei em que pudessem ter acesso ao estudo os jovens aqui residentes” explica o padre António Gama. E acrescenta: “Em 1964 onze jovens (que nunca teriam outra oportunidade) começaram os seus estudos no colégio de Belmonte, apoiados com bolsas de estudo e outros continuaram, abrindo-lhes um caminho a uma nova vida, iniciando com eles o meu percurso de ensino, primeiro em Belmonte depois na Escola Secundária do Fundão, Escola Profissional do Fundão de que sou um dos Fundadores e Seminário do Fundão”. Sempre com o desejo de aprender mais, concluiu o 2º ano do Curso de História na Universidade de Coimbra, estudos que interrompeu pela necessidade de complementar habilitações académicas na Faculdade de Letras, em Lisboa.

Fundou e fez durante onze anos o Jornal “Notícias da Capinha” elo de ligação com a numerosa comunidade de emigrantes e lançou os alicerces para uma actividade que captasse as poupanças dos mesmos emigrantes. No mesmo sentido foi capelão da comunidade de emigrantes portugueses em Cape Town, África do Sul, durante vários meses.

Restaurou todas as capelas do perímetro da paróquia e levou a cabo, por três vezes, intervenções de fundo na igreja paroquial a última já este ano. Ajudou a fundar um posto médico em 1974, de características e serviços únicos no país.

Na direcção do Movimento de Solidariedade Rural, fez ressuscitar em 1988, em Janeiro de Cima a cultura, fiação e confecção do linho, continuada hoje com sucesso, o que o levou a participar em acções semelhantes, particularlmente, na Sibéria Extremenha, Espanha e em Omagh na Irlanda do Norte.

Colaborou, pontualmente, em Semanários (Jornal do Fundão e Noticias da Covilhã) e com mais assiduidade no Jornal dos emigrantes portugueses na África do Sul, “O Século de Joanesburgo”. Mas foi e é no apoio à terceira idade que tem gasto grande parte das energias, quer ao longo dos últimos dezassete anos na orientação do Centro de Dia da Capinha, que curiosamente nasceu num almoço na Casa Paroquial, quer em todo o processo de candidatura, construção, equipamento e abertura do Lar de S.Sebastião da Capinha, que acaba de ter lugar.

publicado por dioceseguardacsociais às 17:48

Espectáculo “Os mestres da capela na Sé da Guarda” celebra o aniversário da cidade

25.11.09

Um percurso histórico pelos manuscritos musicais dos Mestres de Capela que passaram na Sé Catedral da Guarda é a proposta do concerto comemorativo do 810º aniversário da atribuição do foral à Guarda, que vai decorrer a 27 de Novembro, pelas 21.30 horas, no Grande Auditório do Teatro Municipal da Guarda (TMG).

Os manuscritos musicais serão apresentados num concerto em primeiras audições modernas, por vezes quase cinco séculos depois de terem sido criados.

A importância nacional e internacional que muitos destes compositores conheceram, bem como os elevados cargos artísticos que exerceram em alguns dos mais importantes centros musicais europeus, atestam o prestígio da Sé Catedral da Guarda e, por inerência, o brilho que a cidade ostentou em determinadas épocas históricas. “Os mestres da capela na Sé da Guarda – a música da história da cidade do Séc. XVI ao Séc.XIX” é o título do espectáculo que sobe ao palco do Grande Auditório.

Neste concerto serão interpretadas obras de D. Francisco de Santa Maria, Pedro Thalesio, Mathias de Sousa Villalobos, António Milheiro, José Maurício, João José Baldi e António Pereira do Bomsucesso. O concerto conta com a orquestra e o coro “Capela de Música Egitânea” e com a interpretação de Helena Neves (soprano), Magna Ferreira (contralto), Sérgio Martins (tenor) e Pedro Teles (barítono).

A direcção do espectáculo é da responsabilidade de João Pedro Delgado e Domenico Ricci.

publicado por dioceseguardacsociais às 09:54

Morreu o Cónego Sanches de Carvalho, antigo Director do Jornal A Guarda e padre mais velho da Diocese da Guarda

23.11.09

Morreu ontem, 22 de Novembro, no Hospital da Guarda, o Cónego José Afonso Sanches de Carvalho, antigo Director do Jornal A Guarda e padre mais velho da Diocese da Guarda.

O funeral está marcado para esta tarde, às 15.00 horas, na Sé da Guarda e será presidido por D. Manuel Felício, Bispo da Guarda.

O Cónego Afonso Sanches de Carvalho nasceu a 30 de Agosto de 1914, em Alcaria, concelho do Fundão. Fez o percurso académico nos Seminários da Diocese da Guarda e, mais tarde, no Colégio Português em Roma, na Universidade Gregoriana, onde fez Doutoramento em Teologia Dogmática.

Foi ordenado sacerdote em 18 de Dezembro de 1937. Em 4 de Outubro de 1941 foi nomeado Pároco da Sé e São Vicente, na Guarda.

Em Janeiro de 1945 começou a exercer as funções de professor no Seminário da Guarda e na Escola Industrial.

Em 24 de Maio de 1957 assumiu as funções de Chefe de Redacção do Jornal A Guarda, passando a Director do Semanário Oficial da Diocese, em 31 de Maio de 1974.

Exerceu também as funções de Juiz Diocesano do Tribunal Eclesiástico, Membro do Colégio de Consultores, Promotor de Justiça no Processo de Beatificação de D. João de Oliveira Matos e Membro do Conselho Presbiteral.

Era Cónego do Cabido da Sé da Guarda.

Assumiu papel determinante na criação do Centro Cultural da Guarda.

publicado por dioceseguardacsociais às 12:15

Cáritas Paroquial de Gouveia avança com projecto de ocupação e integração

20.11.09

A Cáritas paroquial de Goiuveia tem em mãos um projecto de ocupação e integração para os utentes da instituição. Esta iniciativa tem como público-alvo os utentes da Cáritas, os voluntários da Cáritas e a comunidade paroquial. O projecto tem os seguintes objectivos: Criar ou recriar gosto pelo trabalho; Dar a entender o sentido da partilha, do dar e receber; Pôr em prática o lado pedagógico da caridade; Preencher tempos livres; Lutar contra o desânimo, o ócio e a pobreza em todos os seus aspectos.

A Cáritas Paroquial de Gouveia considera que é cada vez mais urgente ter ao dispor um espaço em que seja possível preparar uma refeição ou pelo menos uma sopa, em que possa oferecer uma cama e um banho a quem está sem abrigo, e em que possa tratar da roupa oferecida ou de quem não tem instalação para tal. Ao longo de quase 10 anos de experiência, a Cáritas de Gouveia constatou que a maior parte dos utentes não fazem nada ou quase nada para sair da situação de carência em que se encontram, criando assim uma espécie de subsídio – dependência. Perante esta realidade, a Cáritas Paroquial de Gouveia julga necessária a Criação de um atelier de costura para fabricação de mantas de retalho que serão expostas e vendidas no espaço cedido pela papelaria “Pérola”. Quem trabalhar na produção das mantas terá direito a uma percentagem sobre o preço de venda. É também importante a criação de uma horta comunitária para cultivo de produtos de primeira necessidade (couves, cenouras, feijão, tomates, ervas aromáticas…). Quem trabalhar na horta terá direito a usufruir da produção numa quantidade relativa ao número de pessoas do agregado familiar.

A organização de hospedagem de emergência em caso de despejo, violência doméstica ou de passagem de imigrantes, é outra das prioridades a ter em conta neste projecto. A organização de uma lavandaria e de uma cozinha para servir uma sopa ou uma refeição simples para pessoas carenciada, são outras necessidades que a Cáritas Paroquial de Gouveia pretende ver resolvidas.

Para concretizar estas tarefas, vai disponibilizar tecidos, linhas, agulhas, dedais, tesouras, máquina de costura, bem como sachos, enxadas, ancinhos, regadores, mangueiras, sementes, adubos, atomizador, carrinho de mão. Para o serviço de hospedagem serão necessárias camas com respectiva roupa, produtos de higiene pessoal, toalhas de banho esquentador com botija de gás, uma máquina de lavar roupa, um frigorifico, um fogão com botija de gás, louça e panelas.

 

Recorde-se que a Cáritas Paroquial de Gouveia funciona na garagem da casa paroquial. Segundo os responsáveis “num espaço tão exíguo é difícil conseguir uma arrumação e uma organização mínimas. Assim seria necessário conseguir uma casa para as actividades acima referidas e, para a horta, obviamente, um pequeno terreno”. Para tentarem resolver este problema, os responsáveis pela Cáritas paroquial de Gouveia entregaram um documento ao Bispo da Diocese e à Direcção da Fundação Nun’Álvares, onde referem que “a casa da Fundação Nun’Alvares seria ideal para realização do nosso projecto”.

publicado por dioceseguardacsociais às 17:09

Agenda episcopal de D. Manuel Felício

20.11.09

De 22 a 28 de Novembro, D. Manuel Felício, Bispo da Guarda, participa nas seguintes actividades: 22 de Novembro, Domingo: 11.00 horas – Celebração da Confirmação em Seia; 15.30 horas – em Almeida, celebração eucarística, em Ano sacerdotal.

23 de Novembro: em Viseu, para participar nas Jornadas Teológicas do Instituto de Teologia.

24 a 26 de Novembro: em Madrid, para representar a CEP na Conferência Episcopal Espanhola. 26 de Novembro: 16.00 horas – em Pinhel para encontro com o Pároco e agentes pastorais, em Ano sacerdotal.

27 de Novembro: A partir das 10.00 horas, Conselho Presbiteral (instalações do Seminário Maior da Guarda).

28 de Novembro: 9.30 horas – no Centro Apostólico para abertura da Jornada Diocesana sobre a Família; 11.30 horas – na Capinha, para celebração de acção de graças pelos 50 anos de sacerdócio do Pároco.

publicado por dioceseguardacsociais às 17:08

Padre José Luís Farinha entrou na Ordem Cisterciense

20.11.09

No dia 13 de Novembro, dia em que se celebram todos os Santos que foram da Ordem Beneditina, o Padre José Luís Farinha fez a Profissão Monástica. O Padre José Luís Farinha tinha decidido “pedir” a entrada definitiva na Ordem e a misericórdia de Deus.

Assim se expressou quando, estendido no chão, de bruços, em frente do Prior do Mosteiro Cisterciense de Sobrado de Los Monxes, na Coruña, Espanha, aquele lhe dirigiu a pergunta: “Que pedes, José Luís?” Foi uma cerimónia rica de significado espiritual, integrada na celebração Eucarística, presidida por D. Manuel da Rocha Felício, Bispo da Guarda e por D. António dos Santos, bispo emérito da mesma diocese, acompanhados pelo Prior do Convento e restantes Padres e Irmãos da Comunidade.

O coro, quase exclusivamente masculino e tão harmonioso, ao som de um órgão bem afinado, deu tom celestial à cerimónia. Os pais e irmão do Padre José Farinha estavam na primeira fila, assim como outros familiares. Um grupo significativo de sacerdotes e alguns seminaristas da diocese da Guarda fizeram questão de estar presentes também, assim como alguns da diocese de Viseu. Havia, ainda, dois grupos de religiosas e alguns leigos.

No momento oportuno, coube aos pais a tarefa de levar junto do filho a caderneta do compromisso, que ele assinou, decidido, e colocou sobre o altar do sacrifício, onde permaneceu até ao final da celebração. Mais tarde, o irmão entregou ao Prior a casula, uma espécie de túnica de sete varas, da qual o Padre José Luís foi revestido. D. Manuel Felício dirigiu uma palavra de regozijo à assembleia, antes de terminar a celebração. Disse que Deus se dignou passar pela diocese da Guarda e chamar o Padre José Luís à vida contemplativa e que, embora o número actual de sacerdotes seja escasso, faz todo o sentido termos sabido partilhar a nossa pobreza, ajudando este sacerdote a ser fiel ao chamamento de Deus.

O Padre José Luís dos Santos Farinha é natural de Póvoa da Atalaia, concelho do Fundão, Diocese da Guarda. Depois de ter frequentado os Seminários Diocesanos de Fundão e Guarda foi ordenado sacerdote, na Sé da Guarda, em 27 de Junho de 1999. Em 2003 decidiu entrar no Mosteiro de Santa Maria de Sobrado, na zona de La Coruña, Espanha.

publicado por dioceseguardacsociais às 17:04

Luís Farinha faz Profissão Monástica

12.11.09

 

 

O Padre José Luís, ordenado na Diocese da Guarda, vai fazer a Profissão monástica, no dia 13 de Novembro, solenidade de todos os Santos que viveram segundo a Regra de S. Bento, no Mosteiro de Santa Maria do Sobrado, Espanha.

José Luís dos Santos Farinha é natural de Póvoa da Atalaia, concelho do Fundão, Diocese da Guarda. Depois de ter frequentado os Seminários Diocesanos de Fundão e Guarda foi ordenado sacerdote, na Sé da Guarda, em 27 de Junho de 1999. Em 2003 decidiu entrar no Mosteiro de Santa Maria de Sobrado, na zona de La Coruña, Espanha.

publicado por dioceseguardacsociais às 10:33

Agenda episcopal de D. Manuel Felício

12.11.09
De 15 a 21 de Novembro, D. Manuel Felício, Bispo da Guarda, participa nas seguintes iniciativas: Dia 15, Domingo: 12.00 horas – Celebração da Confirmação na Paróquia do Fundão; 15.30 horas – No Rochoso, celebração arciprestal em Ano Sacerdotal. Dia 16: 10.30 horas – Em Viseu para reunião dos Bispos do Centro; 17.00 horas – com o Padre Ricardo Manuel de Jesus Fonseca e agentes pastorais das Paróquais que estão confiadas à sua Administração paroquial. Dia 17: 16.00 horas – Com o Padre Celso Rocha Marques e agentes pastorais das Paróquais que lhe estão confiadas. Dia 18: 10.00 horas – Reunião do Clero (Zona Sul, no Seminário do Fundão); 16.00 horas – Com o Padre Manuel Elias e agentes pastorais das Paróquais que lhe estão confiadas. Dia 19: 14.30 horas – reunião do Clero (Zona Centro, no Seminário Maior da Guarda). Dias 20 e 21: Na Semana Social em Aveiro organizada pela Conferência Episcopal Portuguesa.
publicado por dioceseguardacsociais às 10:27

Reuniões do Clero por zonas Pastorais, no mês de Novembro

12.11.09

Ao longo do mês de Novembro, o clero da diocese da Guarda vai reunir por zonas Pastorais.

O calendário das reuniões está assim distribuído: Zona sul – no dia 18 de Novembro, com início às 10.00 horas, nas insta¬lações do Seminário do Fundão; Zona centro – no dia 19 de Novembro, com início às 14.30 horas, nas instalações do Seminário da Guarda; Zona norte – no dia 25 de Novembro, no Centro Pastoral de Pinhel, com início às 10.00 horas; Zona Oeste – no dia 26 de Novembro, no Convento das Irmãs de S. João Baptista e Rainha do Mundo, em Gouveia, com início às 10.00 horas.

As reuniões terão a seguinte ordem de trabalhos: Oração da Hora Intermédia, com breve meditação; Introdução à comunicação feita no Simpósio “Crescer como pessoas para servir como Pastores”; Partilha de reflexões; Oração final.

“Decidimos que a nossa formação permanente de Sacerdotes e Diáconos, ao longo deste ano pastoral, se centrava no esforço por retomar os assuntos do último Simpósio do Clero realizado em Fátima, de 1 a 4 de Setembro último. Para o próximo encontro, o assunto já anunciado será a Comunicação feita pelo Cardeal Patriarca de Lisboa com o título “Crescer como pessoas para servir como pastores”, refere D. Manuel Felício, Bispo da Guarda, em nota enviada ao Jornal A Guarda. Os encontros de formação são destinados aos sacerdotes e diáconos da respectiva zona pastoral.

publicado por dioceseguardacsociais às 10:25

Celebração arciprestal em Almeida dentro do Ano sacerdotal

12.11.09

O arciprestado de Almeida vai assinalar a Festa de Cristo Rei, a 22 de Novembro, com uma grande celebração de acção de graças pelos sacerdotes com 60 ou mais anos de sacerdócio. Esta iniciativa está inserida no Ano sacerdotal e é dirigida a toda a população do concelho e arciprestado.

O programa começa às 15.30 horas com a recepção ao Bispo da Guarda, D. Manuel Felício,aos sacerdotes do concelho e convidados, no Largo da Igreja(Adro). Às 16.00 horas terá lugar a bênção dum grande Órgão Litúrgico, oferecido por alguns sacerdotes, seguindo-se, às 16.30 horas, uma solene concelebração eucarística, precedida da apresentação e distribuição do recente Livro “Fátima e a Eucaristia”, e a participação do Coro Etnográfico de Almeida, que executará alguns cânticos dali extraídos, dando particular ênfase à oração do Anjo, ensinada aos pastorinhos, em Fátima. A explicação estará a cargo do Padre Messias Dias Coelho e dos autores do livro, padres Álvaro e bernardo Terreiro. Às 18.00 horas, haverá um concerto do Coro Etnográfico, dedicado aos sacerdotes do Arciprestado, ou do mesmo Curso destes, que perfaçam 60 ou mais anos de sacerdócio, com uma alocução sobre a actualização do Ano Sacerdotal, evocando as famílias dos sacerdotes e os casais com mais de 60 anos de vida matrimonial a cargo do Padre José Nunes, Provincial dos Dominicanos, e Professor da Universidade Católica. Será também apresentado o livro -“A caridade evangelizadora tem rosto”, tema que servirá de fundo à explicação do Movimento da Igreja Solidária, a cargo do Padre Joaquim Alberto Almeida Ferreira, pároco da Junça (Almeida) e do autor.

O programa termina com um jantar convívio. Os interessados em participar no jantar devem fazer a inscrição até ao dia 15 de Novembro (271574119 ou 914062843).

publicado por dioceseguardacsociais às 10:23

mais sobre mim

pesquisar

 

Novembro 2009

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
21
22
24
26
27
28
29
30

comentários recentes

mais comentados

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro